Início » Noticia » TerPaz e Sespa oferecem serviços médicos e de cidadania a moradores do Jurunas
  • Increase
  • Decrease

Current Size: 100%

TerPaz e Sespa oferecem serviços médicos e de cidadania a moradores do Jurunas

sábado, 12 Setembro, 2020

No domingo (13), a ação beneficiará, dentro dos protocolos de proteção à Covid-19, moradores do Guamá, em Belém, e Icuí-Guajará, em Ananindeua

12/09/2020 14h14 - Atualizada em 12/09/2020 16h05
Por Giovanna Abreu (SECOM)

“É muito bom ver o pessoal do bairro do Jurunas sendo atendido. Nós, que não podemos pagar consulta com médico particular, porque é caro, conseguimos ter acesso aos serviços que estamos precisando, de saúde e até emissão de documentos”, disse o vigilante Paulo Guilherme, 69 anos, que participou da retomada do Projeto Ter Saúde, desenvolvido pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) nos bairros atendidos pelo Programa Território Pela Paz (TerPaz).
Na manhã deste sábado (12), moradores do bairro do Jurunas, em Belém, participaram da ação integrada promovida pelo Governo do Pará, que garantiu serviços de saúde e cidadania na Escola Estadual Camilo Salgado. A ação contou com uma equipe multiprofissional, com 35 integrantes, mobilizando Sespa, TerPaz, Secretaria Estratégica de Articulação da Cidadania (Seac), Fundação ParáPaz e Polícia Militar.
Segundo Alessandra Amaral, coordenadora da Sespa no TerPaz, o Projeto Ter Saúde tem como objetivo entrar nos territórios de atuação levando, além de saúde, dignidade e respeito, por meio do acesso a serviços e políticas públicas que a população necessita.
 
Foram oferecidos vários serviços, como atendimento médico com clínico geral, pediatra e ginecologista, regulação para exames complementares (nos casos necessários), triagem com verificação dos sinais vitais (pressão arterial, temperatura e glicemia), vacina contra Sarampo e H1N1, testes rápidos para Sífilis, Hepatite B e C e ISTs (Infecções Sexualmente Transmissíveis) e entrega de kits para prevenção à Covid-19 e de higiene bucal. 

“Caso os médicos identifiquem a necessidade de fazer a regulação desses pacientes para outros exames complementares, ou encaminhamento para outras especialidades e procedimentos cirúrgicos, o paciente sai com data e hora marcada para o novo atendimento”, informou a coordenadora.

Palestras - A programação contou também com palestras sobre saúde bucal, prevenção da Covid-19 e orientações sobre saúde da mulher. A novidade deste retorno é a inclusão das palestras de Combate ao Suicídio, em alusão à campanha nacional Setembro Amarelo. “Dialogar com a comunidade sobre temas tão importantes, como o cuidado à vida e o suicídio, tantas vezes presentes na realidade da população, faz a comunidade começar a perceber a importância de manter o equilíbrio físico, mental e espiritual”, disse Jeanne Alcântara, técnica da Coordenação de Saúde Mental da Sespa.

Marília Cavalcante, terapeuta ocupacional da Coordenação de Saúde da Mulher, abordou o Pacto pela Redução da Mortalidade Materna no Estado do Pará, que envolve o fortalecimento dos cuidados com as mulheres, principalmente em relação ao pré-natal, a fim de minimizar os riscos e óbitos por causas evitáveis. “Estamos levando informações para onde ela tem que estar, diretamente às comunidades. A intenção é que elas sejam multiplicadoras dessas orientações”, ressaltou.

“É muito importante para a população receber orientações sobre educação, prevenção, pré-natal, para poder compartilhar as informações. Vou repassar para os meus filhos. Essa ação aproxima os serviços do povo. Sentimos o governo junto e se preocupando com a gente”, frisou Raquel Andrade, que participou da série de palestras.

Cidadania - A emissão de documentos de identidade foi outro serviço realizado. De acordo com o gerente de Rede Local da Seac, Murilo Ferreira, a procura pelo serviço foi grande. “A Secretaria trabalha na articulação com as lideranças de redes locais, para que a população saiba quando vamos realizar a ação. Pela intensa procura, realizamos um agendamento prévio de 150 cédulas de identidade para evitar aglomeração”, explicou. 

O estudante Cleiton Pereira garantiu a terceira via do seu documento de identificação. “Não posso ficar sem documento. Estava precisando muito. O serviço foi rápido, sem tumulto, os profissionais garantem todos os cuidados e proteção durante o atendimento. Estou saindo satisfeito e com o documento já em mãos”, acrescentou.

A ação marca o retorno das atividades do TerPaz, de acordo com o Decreto 800/2020, que trata sobre a retomada gradual de atividades no Estado. “Estamos garantindo o cumprimento de todos os critérios necessários, como o distanciamento, uso de máscaras e, desde a entrada da escola, os usuários utilizam o álcool em gel para higienizar as mãos e evitar a disseminação do coronavírus ”, reiterou Murilo Ferreira.

O Projeto Ter Saúde retoma, neste final de semana, as ações em quatro bairros da Região Metropolitana de Belém. No sábado (12), a ação ocorreu nos bairros do Jurunas e Bengui, na capital. No domingo (13), a oferta de serviços continua nos bairros do Guamá, na Estação Cidadania, localizada na Avenida José Bonifácio, 2308, e no bairro Icuí-Guajará, em Ananindeua, na Escola La Salle, na Estrada Santa Fé, s/n (próximo à UIPP). As ações de saúde da Sespa no TerPaz são realizadas das 8h30 às 13h30.

Foto: Marcelo Seabra / Ag. Pará