Início » Noticia » Governo do Pará garante cidadania, segurança e atendimento humanizado a pessoas acolhidas em abrigos emergenciais
  • Increase
  • Decrease

Current Size: 100%

Governo do Pará garante cidadania, segurança e atendimento humanizado a pessoas acolhidas em abrigos emergenciais

quarta-feira, 28 Abril, 2021

O Governo do Pará e uma rede de parceiros asseguram ações diárias de saúde, lazer e de promoção da cidadania para pessoas em situação de rua, acolhidas em Escolas Estaduais, localizadas na Região Metropolitana de Belém. O trabalho da equipe multidisciplinar garantido pela Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster), tem feito a diferença na vida de centenas de homens e mulheres há quase dois meses. 

O acolhimento de pessoas que viviam na via pública foi uma das primeiras estratégias adotadas pelo governo estadual para conter a disseminação do novo coronavírus na capital paraense. A medida já abrigou cerca de 350 pessoas, e atualmente, cerca de 130 pessoas continuam acolhidas em duas escolas: Dom Pedro II (mulheres e casais com crianças) e Jarbas Passarinho (homens e mulheres trans).

Diante da baixa procura por novos atendimentos e a necessidade em conter a propagação do coronavírus entre os acolhidos, a Seaster decidiu por suspender novos acolhimentos e atuar de forma direta e mais próxima com o público que decidiu permanecer nos espaços. Os abrigados recebem quatro refeições por dia, além de kits de higiene pessoal, roupas e máscaras de proteção. As equipes que assistem os acolhidos atuam dentro dos protocolos recomendados pelos órgãos de saúde, com máscaras e álcool em gel para garantir a segurança de todos.

ATIVIDADES DE ESPORTES E LAZER

Durante a semana, os acolhidos participam de atividades esportivas e socioeducativas, circuitos, jogos de tabuleiro, futebol, frescobol e tênis de mesa. As atividades são desenvolvidas com o apoio da Fundação ParáPaz.

A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) mantém os atendimentos médicos e de saúde, disponibilização de testes rápidos, curativos e consultas e, dependendo da situação, há o encaminhamento para unidades de pronto atendimento.

CIDADANIA

A Seaster disponibiliza uma equipe de psicólogas, que promovem orientações individuais e coletivas para auxiliar na superação de traumas. Os assistidos também têm a oportunidade de ter acesso a serviços de assistência jurídica e de cidadania com a emissão de certidões de nascimento e carteiras de identidade por meio da Polícia Civil do Pará e da parceria com os cartórios.

Com os documentos em mãos, a equipe socioassistencial da Seaster tem realizado a busca ativa, sinalizando caso a caso, e encaminhando para o cadastro em benefícios socioassistenciais, o que possibilita que muitos acolhidos deixem os espaços com o intuito de alugar kit nets e retomar o vínculo familiar.

Segundo o secretário da Seaster, Inocencio Gasparim, o principal objetivo é manter a integridade e as condições de saúde das pessoas que decidiram permanecer nos espaços. “Nós queremos assegurar que essas pessoas mantenham seus quadros de saúde estáveis, longe de contaminações. Já conseguimos identificar caso a caso; iniciamos a emissão de documentos que também é fundamental para a inclusão na rede socioassistencial e no encaminhamento para oportunidades de emprego e qualificação. Estamos realizando um trabalho segmentado, propondo um acompanhamento direcionado e que dê um resultado assertivo aos que decidiram conosco”.

Por Camila Santos (SEASTER)